segunda-feira, 4 de junho de 2012

"Sempre existe na mágoa doce murmúrio dum triste amor..."

 
"(...) o mundo é um moinho
Vai triturar teus sonhos, tão mesquinho.
Vai reduzir as ilusões a pó'".
[Cartola - O Mundo é um moinho]
***
"Não passou
De um triste desencanto, amor,
E desde então eu canto a dor
Que eu não soube chorar"

[Chico Buarque - Desencanto]
Até a hora que eu conseguir dormir, estarei sozinha. Disse aos meus amigos que estava muito cansada e falei para minha mãe que não podia nem queria falar com ninguém.
O telefone não vai tocar.

Silêncio...

A pessoa a quem dediquei cuidadosamente o meu tempo não veio...
“Escrevo deitada e as linhas ficam tortas, como se eu tivesse bebido: só bebi uma dose de tristeza.” Uma dose forte, muito forte... 

Fiquei magoada por você ter me deixado acreditar, não por não ter vindo.

Eu não deveria ter oferecido tanto amor. Amor dentro de um cesto de flores, amor tão perfumando, tão doce e inocente... Talvez esse tenha sido o erro: Ser inocente demais. 

Não quero ser triste... Quero o cheiro das flores. Quero dançar de olhos fechados e esquecer o mundo lá fora. Quero esquecer esse mundo que alguém me fez acreditar que existia. 
Eu quero tantas coisas, é claro! Quem não quer? Quero ser feliz, não queria ter sido enganada, não queria ter chorando ontem, nem hoje... O pior é saber que vou chorar amanhã também.

Quero voltar a acreditar em amores. Mas é tão difícil...

Quero sossego à alma... 

Vale mesmo a pena toda essa tristeza por quem nem mesmo pensa em avisar? 
É preciso deixar tudo que é desagradável do lado de fora do coração.

Não é fácil ter que expulsar de dentro da gente aquilo que está tão enraizado... Como expulsar o que é tão meu? Eu acreditava que fosse, mas nunca foi... nunca.

Não há riso hoje. Um riso cético não é um riso.
Também não há música, nem cartas, nem poesia, nem um sinal.

Não fui prudente, e esqueci pouco a pouco que “a gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixa cativar”.

Depois de tanto ralar o joelho já não sonho mais com certas coisas.

Minha alma está enfraquecida pela dor.

Há quem diga, que o tempo tudo cura. Tenho lá minhas dúvidas.
Existem dores que o tempo não sara...
Toda poesia tem um ponto final, seja ela alegre ou triste.  Esse é um sentimento doce, mas com um fim tão triste... Quando um sentimento é doce assim até a tristeza tem certa dose de ternura. 


[Rô]

Título: Trecho da música: Veleiro -Villa Lobos
Trechos: Exupéry

11 comentários:

  1. Que lindo, Rô!
    Acho que foi o seu texto que mais me deixou com uma pontada no coração.
    Tão sincero parece ser.
    E creio mesmo que é!
    Obrigada pelo comentário lá no blog :)
    Sabe, engraçado, mas enquanto estava escrevendo aquele texto nem pensava em Dex e Emma, mas na hora que fui procurar a imagem, achei uma deles e quis colocar, entretanto, achei que não tivesse nada a ver rs
    E pensei quando postei que queria um dia escrever um texto inspirado nos dois :)
    Parece que já consegui rsrs
    Beijocas :*

    ResponderExcluir
  2. "Quando um sentimento é doce assim até a tristeza tem certa dose de ternura. "
    lindo

    ResponderExcluir
  3. Olá querida...desses momentos profundos, as vezes temos vontade de se esconder do mundo só pra chorar e parece que essa dor é eterna e nunca irá passar. Sabemos que nunca mais cairíamos novamente, que tudo fosse diferente e só alegria a bailar. Quando nos vemos de novo numa situação, que achamos já sabíamos como evitar é essa a questão. De uma coisa posso dizer, vai passar. Outro rosto virá em forma de gente, outro recomeçar, é somente olhar pra frente e o cadeado do coração destrancar. Bjim, obrigada sempre por sua visita a alegrar meu jardim.

    ResponderExcluir
  4. é quando menos esperamos que mais nos inspiramos, vida... tão profundo quanto a sua alma, de uma belezura incrível, e é claro que (como dito anteriormente) irei copiar! Tudo como deve ser aqui, doce e agradável! suas palavras, sua poesia, minhas verdades!

    ResponderExcluir
  5. Aí Rô! Amei esse texto, acho que todo mundo tem um momento de tristeza, uma magoa deixada por alguém... "Quando vc se deixa cativar corre o risco de chorar" como vc diz no texto! Amo suas palavras...

    ResponderExcluir
  6. Minha alma está enfraquecida pela dor.

    Há quem diga, que o tempo tudo cura. Tenho lá minhas dúvidas.
    Existem dores que o tempo não sara...

    Ai rô, tocou bem aqui hó, na minha alma que está mesmo enfraquecida pela dor.
    Muito lindo!! Sabe que sou fã né?
    Beijos amora!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Eu já escrevi alguma coisa do tipo que dizia que toda beleza é um pouco triste ... rs
    Acho que é isso! A vida às vezes é irônica e a gente faz poesia no final das contas

    E a inocência é não é um erro jamais! A gente sofre e assim sente que é de carne e osso! O erro está na indiferença, no pouco caso, no egoísmo e a gente é do tipo que luta contra todos esses males.

    É o que importa não é? Tenhamos fé ...

    ResponderExcluir
  9. que texto lindo Rô!
    Obrigada pelo comentário viu? Um final de semana feliz pra você.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  10. Rô, obrigada pela visita! Seja sempre bem vinda ao Reino. Seu blog respira leveza :) Beijos! Até.

    ResponderExcluir
  11. Desse texto eu gostei muito e cá estou p ler novamente!!
    =D
    "Quero voltar a acreditar em amores. Mas é tão difícil..."
    E um dia alguém gostará de ficar, como na música do Chico:

    "Quem sabe um dia por descuido ou poesia você goste de ficar" =)

    Das músicas que gosto muito do Chico :D

    http://www.youtube.com/watch?v=oOtzmG9dxKs

    (ah, ainda quero seus áudios com meus textos rsrs)

    ResponderExcluir

Plante aqui sua sementinha de Girassol...