sexta-feira, 23 de julho de 2010


Casinha de Madeira, 22 de Julho de 2040.
Querida Rô,

Já é noite e escrevo sob a luz da vela que ilumina timidamente minhas escritas um pouco tortas. A visão já não colabora muito, a rapidez nas mãos já não é a mesma, mas o jeito de pegar a caneta continua o mesmo.
A escrivaninha é linda. 
Hoje revi o álbum de retratos antigos, cartas com folhas amareladas pelo tempo.
Minha alma veste um véu de renda branca... Há paz em mim.
Uma xícara de chá nesse momento me faz companhia.
A lareira acesa proporciona aconchego... Aquecendo sonhos.
É você tinha mesmo razão, em dizer que aqui eu seria feliz.
Deixe-me contar sobre os acontecimentos:
Tenho um amor ameno, suave e tão doce de gestos gentilmente nobres.
Vamos à missa todos os domingos, rezamos o terço juntos e ele penteia meus cabelos talvez, agora não mais dourados. 
Ele faz poesia. Gostamos de ouvir Mantras.
Continuo amando fotografias.
Debruço-me nas leituras sobre Van Gogh.
Delicio-me nas canções de Anitelli, Bethânia,Tom, Chico, Oswaldo e Vinicius.
A plantação de Girassóis está estupenda... Amarelinhos!
Todos os dias nós cuidamos muito bem deles.
Continuo a conversar com eles como sempre fiz.
As sementes parecem ser sempre as mesmas... Elas florescem e a sensação é de reencontro.
As flores do campo perfumam toda a casa.
Nas tardes de sábado faço tortinha de maça digamos que se tornou um hábito.
Falando em hábito, obrigada por usar filtro solar a cada meia hora.
Fique tranqüila continuo cuidando.
Quanto aos banhos de cachoeiras não os deixei de fazer.
Mesmo a água estando gelada... Muito gelada.
Têm coisas que não deu para deixar para trás.
Rô, a casinha é exatamente como você sonhou. De luz inexplicável.
Preciso ir, tem um cobertor de retalhos quentinho esperando por mim.
E se me perguntar onde gostaria de estar... Estou exatamente no lugar que tanto sonhei.
Interiorizo-me e percebo que não me perdi de mim.

Carinhosamente, Rô.

(Por, Ro)

24 comentários:

  1. Aaah, Rô! Como é delicioso ler cada linha do que escreve aqui, do que a sua sensibilidade te inspira, do que o seu sonho faz transformar em poesia, do que o seu coração é capaz de expressar!

    Amoo cartas!E parece que você e a Thiara combinaram de postar cartas hj, né?rs. Tô quase escrevendo uma pra não figir a "regra".rsrs.

    Que lindo ver que o que acontecerá daqui a 30 anos, você consegue desfrutar desde já, através da sua sensibilidade e da mágica de sonhar! Porque eu acredito!

    Um beijo, lindona!
    Tá de chorar, de tão lindo o texto, viu?
    "Vamos à missa todos os domingos, rezamos o terço juntos e ele penteia meus cabelos já não tão dourados." Vc sabe que eu amei demais essa parte, né?

    Deus te proteja, amore!

    ResponderExcluir
  2. É Rô, a Cari está certa, combinamos de "mandar" cartas foi? hehe

    Que lindoo, menina!
    Fiquei meio na dúvidade se tinha realmente entendido a carta, mas não se preocupa, consegui sim acompanhar a sua ideia!

    És tão bela quando escreves, que não tenho dúvidas de que essa beleza também está presnete em ti, pois só demostramos aquilo que somos e temos.

    Bjoos, Rô'

    ResponderExcluir
  3. Oi Rô, é a primeira vez que passo para ler o seu blog e queria te dizer que além de ótimos textos, pois você escreve muito bem, eu encontrei um pouco de paz aqui (digo isso por estar num momento conturbado na minha vida) e te agradeço por isso. Vou continuar visitando sempre que puder. Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Rôzita Mariiiiiiiiiiiiiiiiiiia!
    Que texto mais lindo, menina =)
    De todos que vc postou até hoje esse foi o que mais gostei.
    "Falando em hábito, obrigada por usar filtro solar a cada meia hora."
    Acho que vc quis dizer 10 minutos rs
    Brincadeira!
    Amei suas escritas ;)
    Um beijo =*

    ResponderExcluir
  5. Nossa Rô!!
    Que texto tão belo, tão doce e tão rico em lindos detalhes.
    Ameeei!!

    Um beijo no coração, minha amiga!!

    Line

    ResponderExcluir
  6. que bom teu blog.
    Que bom ler voce...
    Maurizio

    ResponderExcluir
  7. Nossa Rô. Amei o texto..
    E vc fala que eu escrevo melhor, ta de brincadeira com a minha cara né... ta lindo.
    Beijos no coração minha Linda.

    ResponderExcluir
  8. Ai que delicinha de texto.
    Me senti assistindo um filme da sua vida.
    E imagino você exatamente assim no futuro. Tão placida.

    =D

    Adoravel a sua sensibilidade, Rô.

    Beijo carinhoso.
    Glaucia.

    ResponderExcluir
  9. Amei a frase de Van Gogh *--*
    Lindíssima ;)
    Beijos, Rôzita, ó Maria =*

    ResponderExcluir
  10. Pudi ver a cena aontecendo diante dos meus olhos...
    lindo texto! (:
    Beijo flor;*

    ResponderExcluir
  11. Primeiramente, obrigada pelo comentário no meu blog. Muito bom saber que de alguma forma o que escrevi pode tocar e fazer sentido na vida de outra pessoa.


    Lindo post! Doce demais. Viajei pra esse lugar em que entranhamente eu também quis estar agora!
    Obrigada por proporcionar tamanha viagem.

    Beijo e Poesia!

    ResponderExcluir
  12. Fantastico Rô, vc soube usar lindas palavras de uma forma genial. A ideia muito boa e original. gostei msm.

    ResponderExcluir
  13. "Debruço-me nas leituras sobre Van Gogh.
    Delicio-me nas canções de Anitelli, Bethânia,Tom, Chico, Oswaldo e Vinicius."

    Que Delícia, moça! Que leve e doce essa carta. Ah, tenho que admitir que me bateu uma invejinha aqui!rs

    Obrigada pela passagem pelo blog, continue passando para tomar comigo alguns chás.

    ResponderExcluir
  14. Quanta sensibilidade!
    Texto maravilhoso. Fiquei emocionada :')

    ResponderExcluir
  15. Vlw pelo comentário la Rô! O mais legal é a carinha que ele faz dpois que a enfermeira levanta a "faixinha" rs
    To esperando novos posts seus aqui! =P
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. te levo no meus olhos... llindo poema!

    ResponderExcluir
  17. Rô,
    que lindo, é um mundo tão sereno, um futuro tão mágico.
    'A serenidade é tudo nos dias de hoje'...e isso é verdade, é isso que deixa tua alma mais clara, é isso que faz a gente gostar tanto de vc...cada dia um pouco mais ^^)


    Um beijo, querida*

    ResponderExcluir
  18. Tudo tão lindo por aqui...
    Encantada!
    Beeijo

    ResponderExcluir
  19. Muito obrigada pelo carinho, meus queridos. Fiquei imensamente feliz com cada comentário... Muito feliz mesmo! :)

    ResponderExcluir
  20. Nossa Rô fiquei toda arrepiada!
    Que carta mais linda! Cheguei a sentir ocheiro dos girassóis daqui a quase 30 anos!
    Fico abestalhada com a sensibilidade que tens.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Nao sei porque ainda nao tinha lido seus textos.
    Esperando por um melhor momento que nunca vem.
    Nos conheçemos a sete anos, mesmo assim, ainda e tempo pra conhecer-la melhor. Apesar do tempo nao te esqueço.
    bjos

    ResponderExcluir
  22. Q sensibilidade... Só se escreve assim alguém q possui amor real pelo simples!!! Boa noite Rô

    ResponderExcluir

Plante aqui sua sementinha de Girassol...