sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Hoje um vazio...

Uma dor tão forte no peito. Tudo que faço parece errado. Eu erro sempre! Um buraco escuro e fundo dentro de mim... Na beira de um lago eu fiquei sentada por um longo tempo fiquei ali, encolhida observando o interior de mim mesma... Tudo tão sem vida, seco, sem cor... Um choro entalado na garganta que não conseguir segurar por muito tempo.... Quando me dei conta uma forte chuva caia sobre meu corpo, os pingos de chuva resolveram fazer companhia para minhas lágrimas tão salgadas... Tão amargas. Eu, ali tão sozinha... As gotas da chuva faziam do lago ainda mais bonito, ele também chorava comigo. Na verdade eu não estava sozinha... Naquele momento de angustia: Lago e chuva choravam comigo... Recebi um envolvente abraço da chuva e o olhar cristalino do lago. Aqueles pingos de chuva fizeram meu coração brotarem sementes de dias melhores... Espero amanhã olhar para dentro de mim e ver um coração florido como um campo de Girassóis e uma alma límpida... Que eu respire tão suavemente quanto o toque dos pingos de chuva.

(Por, Rô)

3 comentários:

  1. O Sol volta a brilhar, e os campos floridos se fazem presentes de novo. A lágrima as vezes é nescessária.
    Mas olha só... os girassóis já querem olhar pra vc de novo!

    Bjinhos minha amiga!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Que os girassóis possam voltar para vc!!! Que tem um Sol na alma =)
    Beijos, Rôzinha :**
    Obrigada pelos comentários em meu blog!

    ResponderExcluir

Plante aqui sua sementinha de Girassol...